Notícias » Estados Unidos

Trump anuncia processos contra Google, Twitter e Facebook

O ex-presidente alega que sofreu censura quando teve suas redes sociais suspensas após a invasão do Capitólio

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 07/07/2021, às 15h08

Fotografia de Donald Trump
Fotografia de Donald Trump - Wikimedia Commons

Segundo repercutido pela BBC News, nesta quarta-feira, 7, o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez uma entrevista coletiva em que anunciou que irá abrir processos contra as companhias de tecnologia do Twitter, Facebook e Google. 

O motivo da ação coletiva seria a suposta censura sofrida por ele quando suas redes sociais foram suspensas em janeiro deste ano durante os desdobramentos do motim que tomou o Capitólio

"Estamos exigindo o fim do banimento das sombras, um fim ao silenciamento e um fim à lista negra, banimento e cancelamento que vocês conhecem tão bem", disse Trump durante a coletiva.

O ex-presidente afirmou ainda que se essas empresas podiam tirar as redes sociais de uma figura como ele, que estava na época no mais alto cargo político dos Estados Unidos, “eles podem fazer isso com qualquer um”. 

O motivo por trás da suspensão de suas contas teria sido segurança pública, uma vez que foi considerado que Trump usou seus canais de comunicação para incitar a invasão ao prédio do congresso norte-americano, um episódio violento que gerou mortes e depredação.