Notícias » Estados Unidos

Trump diz que irmão falecido estava 'chateado' com a China

Robert Trump morreu no último sábado, 15, e foi visitado pelo presidente um dia antes de falecer

Vanessa Centamori Publicado em 17/08/2020, às 14h03

Donald Trump
Donald Trump - Wikimedia Commons

Conforme divulgado pelo UOL, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está de luto pela perda do irmão, que faleceu no último sábado, 15. Em entrevista à Fox News, o estadista disse que Robert Trump era seu "maior fã" e que o parente estava "muito chateado com a China" devido à pandemia da Covid-19. 

"Ele estava com tanta raiva da China. Por causa do que aconteceu e onde a 'praga' entrou. Eles não deveriam ter permitido que acontecesse, eles poderiam ter impedido. Ele ficou muito chateado com isso", disse o presidente. 

O irmão do líder político estava internado no Hospital Presbiteriano de Nova York e foi visitado por Donald Trump um dia antes de falecer. O motivo do óbito do caçula de três irmãos ainda não foi divulgado. Robert Trump nasceu em 1948 e era conhecido por suas ações de filantropia e chegou a ocupar cargo de vice-presidente executivo da Organização Trump.

Em comunicado, o presidente dos EUA chamou o irmão de "melhor amigo". “É com o coração pesado que compartilho que meu maravilhoso irmão, Robert, faleceu pacificamente esta noite. Ele não era apenas meu irmão, ele era meu melhor amigo. Sentiremos muito sua falta, mas nos encontraremos novamente. Sua memória viverá no meu coração para sempre. Robert, eu te amo. Descanse em paz”, escreveu Trump.