Notícias » Estados Unidos

Trump é processado pela Califórnia por suspender visto para estudantes estrangeiros

Alunos do exterior que fazem aulas online por conta da pandemia do novo coronavírus podem ser afetados, não podendo entrar nos EUA

Vanessa Centamori Publicado em 10/07/2020, às 13h42

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Wikimedia Commons

Uma política do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que pode suspender vistos de estudantes estrangeiros, está sendo alvo de uma ação do estado da Califórnia, iniciada na quinta-feira, 9. As informações foram divulgadas pelo UOL, e apuradas pela agência Associated Press (AP). 

A medida de Trump, que afeta milhares de alunos, prevê a suspensão do visto para aqueles que fazem aulas online, em tempos de pandemia do novo coronavírus. Segundo a polícia federal de imigração, ICE, estudantes estrangeiros que estudam em programas à distância no semestre de outono, do hemisfério norte, não poderão entrar nos EUA. 

O advogado federal do estado da Califórnia, Xavier Becerra, considerou a política "ilegal". Em uma declaração, ele criticou a medida, defendendo que ela arrisca os alunos na atual situação da pandemia.

"Que vergonha para o governo Trump por não apenas ameaçar as chances dos estudantes irem para a faculdade, mas também sua saúde e bem-estar", redigiu Becerra. Ainda segundo o advogado, a decisão do presidente dos EUA pode pressionar fortemente as finanças das universidades, afetadas pela crise do novo coronavírus. 

A possibilidade de suspensão dos vistos também foi criticada pelo reitor do sistema universitário público da Califórnia, que chamou a política de "brutal e rígida". Além disso, a Universidade de Hardvard planeja aulas online no próximo ano e também entrou em uma ação separada contra a medida na quarta, 8, junto ao MIT.