Notícias » Estados Unidos

Trump está tentando controlar outros planetas, diz agência espacial russa

Segundo a Roscosmos, os americanos não acreditam que o espaço seja um “bem comum global"

Fabio Previdelli Publicado em 07/04/2020, às 16h30 - Atualizado às 17h00

O presidente americano Donald Trump durante discurso
O presidente americano Donald Trump durante discurso - Wikimedia Commons

Segundo a agência espacial russa, Roscosmos, o presidente americano Donald Trump está criando uma base para controlar outros planetas. A alegação foi feita após o norte-americano assinar uma ordem sobre a mineração comercial do país no espaço.

A agência afirma que Trump vai negociar "acordos conjuntos e arranjos bilaterais e multilaterais com outros Estados sobre operações seguras e sustentáveis para o público e recuperação privada e uso de recursos do espaço".

O texto emitido pela Roscosmos também afirma que os cidadãos norte-americanos deveriam ter o direito de se envolver em tais atividades e que "o espaço sideral é um domínio legal e fisicamente único da atividade humana, e os Estados Unidos não a consideram um bem comum global".

A agência afirmou que a ordem executiva coloca os EUA em desacordo com a noção de espaço pertencente a toda a humanidade. "Tentativas de expropriar o espaço e planos agressivos para realmente conquistar territórios de outros planetas dificilmente contribuem para a cooperação frutífera entre os países".

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse a repórteres que "qualquer tipo de tentativa de privatizar o espaço de uma forma ou de outra — e acho difícil dizer agora se isso pode ser visto como uma tentativa de privatizar o espaço — seria inaceitável".