Notícias » Estados Unidos

Trump pede que seja reinstalada estátua de general confederado Albert Pike

O monumento foi derrubado e incendiado por manifestantes antirracismo no último dia 19 de junho, quando foi comemorado o Juneteenth

Vanessa Centamori Publicado em 26/06/2020, às 12h22

Donald Trump e estátua de Albert Pike
Donald Trump e estátua de Albert Pike - Wikimedia Commons/Montagem Divulgação

Segundo apurou a NBC News e a Associated Press, manifestantes antirracismo derrubaram a estátua do general confederado Albert Pike no último dia 19 de junho, no Juneteenth, data da emancipação da escravidão nos EUA. Agora, o presidente Donald Trump solicitou a reinstalação da estátua. 

O líder norte-americano chamou o secretário do interior, David Bernhardt, e pediu ao Serviço de Parques a restauração do monumento. Um porta-voz do departamento disse que Bernhardt é contra as depredações. "O secretário deixou bem clara sua posição quando se trata de ilegalidade, violência contra a polícia e destruição de propriedades públicas", disse. 

Trump já anunciou a possibilidade de prisão para quem depredar estátuas em protestos. Além disso, esta semana ele planeja assinar uma ordem de proteção às esculturas. O monumento em questão, de Albert Pike, foi apontado pelos manifestantes como um símbolo de manutenção da supremacia branca após o término da guerra civil americana.

No conflito, o general sulista atuou pouco mais de dois anos, até que foi acusado em 1862 de apropriação indébita de fundos e de deixar suas tropas mutilarem soldados da União (Norte), que eram aqueles não secessionistas, ou seja, contrários à manutenção da escravidão defendida pelo Sul.