Notícias » África

Tubarão não visto há mais de um século é reencontrado em costa na África do Sul

A espécie Scylliogaleus quecketti havia sido observada pela última vez em 1900 e desde então não havia sido avistado

Wallacy Ferrari Publicado em 11/08/2020, às 13h45

Esboço feito em 1902 relata as características do tubarão
Esboço feito em 1902 relata as características do tubarão - Domínio Público / Boulenger G. A. 1902

Durante a gravação de um documentário do canal Discovery, uma equipe de biologia marinha foi surpreendida por um animal cuja as características não eram vistas por décadas. Com traços únicos, os pescadores prepararam uma armadilha para uma espécie comum e passaram duas noites aguardando a aparição do tubarão.

Com o auxílio do especialista Dave Ebert, a equipe conseguiu capturar um Scylliogaleus quecketti, um tubarão com aproximadamente 1,2 metro de comprimento e que não havia sido observado há 120 anos. Não havia nenhuma conclusão científica até então que pôde concluir se ele estava extinto ou apenas escondido nas profundezas do mar.

O animal, localizado na costa leste da África do Sul — local onde um terço das espécies de tubarões do mundo se concentram — teve medidas tiradas e recebeu um dispositivo de monitoramento com GPS, que foi instalado em seu corpo para o estudo de seus movimentos e localização antes de ser devolvido ao Oceano Atlântico.

O apresentador do documentário, Forrest Galante, afirmou que o animal está “perfeitamente saudável” e sobreviveu a captura: “A teoria que eu e Dave tínhamos, assim como outros cientistas da África do Sul com quem falamos e com quem colaboramos desde então, é de que estes animais não são de fato particularmente raros. Eles simplesmente são endêmicos para uma região tão pequena”, disse Galante ao Newsweek.