Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Tumba da Era Romana com cabeças de touro esculpidas é descoberta na Turquia

Durante escavações realizadas em uma necrópole antiga no sudeste da Turquia, arqueólogos encontraram tumba com significado curioso; confira!

Tumba com cabeças de touro encontrada na Turquia - Reprodução / Museu Adıyaman
Tumba com cabeças de touro encontrada na Turquia - Reprodução / Museu Adıyaman

Em escavações realizadas na antiga necrópole de Tharsa, no sudeste da Turquia, arqueólogos desvendaram um túmulo da era romana que se destaca por uma peculiaridade: duas cabeças de touro esculpidas guardando sua entrada.

Localizada perto da vila de Kuyulu, ao longo da histórica rodovia Adıyaman-Şanlıurfa, Tharsa ostenta uma rica história que remonta ao século 3, com vestígios de assentamentos e uma extensa necrópole que se estende até o período bizantino.

As escavações, iniciadas em 2021, já revelaram uma coleção de tumbas rochosas conhecidas como Turuş, um tipo de construção esculpida diretamente na rocha. Na última temporada, os arqueólogos se depararam com um exemplar singular: uma tumba de Turuş ornamentada com duas cabeças de touro esculpidas em suas paredes.

Essas cabeças, adornadas com guirlandas e rosetas entre os chifres, representam a figura do Bucranium, um elemento decorativo comum na arquitetura clássica. Na Roma Antiga, as bucrânias eram frequentemente utilizadas nos frisos dos templos da ordem dórica, influenciando posteriormente a arquitetura de diversos períodos, como Renascimento, Barroco e Neoclássico.

Arqueólogos estudando o local que abrigava a tumba - Reprodução / Museu Adıyaman

Representação dos touros

As representações de bucrania remetem à prática de exibir bois sacrificiais enfeitados com guirlandas, cujas cabeças eram expostas nas paredes dos templos como símbolo de devoção, segundo o Heritage Daily.

Seguindo a tradição das tumbas rochosas de Turuş, as cabeças de touro foram esculpidas diretamente na rocha, flanqueando uma escadaria de doze degraus que conduz à câmara mortuária. A câmara, por sua vez, apresenta três nichos em arco, conhecidos como acrósolo, onde os corpos dos falecidos eram depositados.

Mustafa Çelik, vice-diretor do Museu Adıyaman, disse em nota publicada pelo ArkeoNews: “A Cidade Antiga de Tharsa consiste em 3 áreas arqueológicas principais: Grande Monte, Pequeno Monte e Área de Necrópole. Iniciamos escavações na área da necrópole em 2024. Adicionamos mais 2 tumbas rochosas às tumbas rochosas que havíamos descoberto anteriormente. Um deles é o túmulo de pedra que identificamos hoje”.