Notícias » Peru

Tumbas de mil anos da civilização Moche são encontradas no Peru

Arqueólogos localizaram dentro dos túmulos onze esqueletos e raros artefatos de cerâmica que podem ajudar a entender a misteriosa cultura do Peru Antigo

Alana Sousa Publicado em 23/12/2019, às 16h00

Esqueleto de uma criança encontrado
Esqueleto de uma criança encontrado - Ministério da Cultura do Peru

Uma expedição realizada no sítio arqueológico de Huaca Santa Rosa de Pucala, no Peru, descobriu impressionantes tumbas que continham esqueletos, onze túmulos e diversos objetos de cerâmica pertencentes à misteriosa civilização Moche — que floresceu na região entre 100 a.C. e 800 d.C..

Esqueleto de adulto encontrado na expedição / Crédito: Ministério da Cultura do Peru

 

A missão, liderada por Edgar Bracamonte, da Universidade Nacional de Trujillo, identificou que as ossadas possuem mais de mil anos. Entre elas estava a de duas crianças, que continham marcas no crânio; uma pessoa que foi enterrada com um cetro e outra em uma câmara coberta, o que faz os arqueólogos acreditarem que se tratava de indivíduos da alta sociedade — um deles poderia inclusive ser padre.

Todos os esqueletos estavam com os pés removidos, algo que ainda intriga os pesquisadores. “Não está claro se eles foram mutilados, faremos testes, mas é claro que seus pés não estavam lá quando foram enterrados”, afirma Bracamonte em comunicado.

Esqueleto de objetos de cerâmica / Crédito: Ministério da Cultura do Peru

 

Objetos como potes de cerâmica e porcelana também foram localizados dentro das estruturas. Os arqueólogos ainda irão realizar análises para entender mais sobre as tumbas encontradas e esperam que a descoberta possa auxiliar na compreensão da cultura Moche.