Notícias » Turquia

Túneis de 400 anos serão abertos ao turismo na Turquia

Revelando mais ao público sobre a antiga arquitetura do local, os acessos subterrâneos foram construídos por agricultores

Isabela Barreiros Publicado em 28/04/2020, às 08h00

Parte dos túneis na província de Safranbolu, Turquia
Parte dos túneis na província de Safranbolu, Turquia - Fundação Safranbolu de Cultura e Turismo

Além dos importantes registros e edifícios históricos em cima da terra, o mundo subterrâneo da Turquia também se mostra muito impressionante. Na região da Capadócia, por exemplo, existem inúmeras cidades subterrâneas, em especial a cidade de Derinkuyu, que possui oito quilômetros de comprimento e é uma das descobertas mais importantes do país.

Devido a essa fama, é possível imaginar que existam ainda outras maravilhas escondidas no subsolo da região. A província de Safranbolu, ao oeste do Mar Negro, está na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO devido aos seus edifícios históricos muito importantes para entender a história da Turquia — mas seu subsolo também é muito interessante.

Crédito: Fundação Safranbolu de Cultura e Turismo

 

Túneis que possuem pelo menos quatro séculos de existência estão localizados sob a cidade de Safranbolu. Eles foram construídos por agricultores do local, que queriam explorar suas terras agrícolas e necessitavam de água, estando mais próximo do riacho Akçasu. Agora, eles se tornarão atração turística na província.

"Preparamos um projeto para a restauração desses túneis que se destacam com sua arquitetura e para abri-los ao turismo. O projeto foi aceito”, explicou Yılmaz Dizdar, presidente da Fundação Safranbolu de Cultura e Turismo. “Desenvolvemos projetos para fazer com que edifícios históricos em nosso distrito sobrevivam”, explicou ainda.

Crédito: Fundação Safranbolu de Cultura e Turismo

 

Para Dizdar, a abertura dessas estruturas para o turismo é importante para que se possa ver como “a cachoeira foi criada no subsolo com as possibilidades da época e como os esgotos e o sistema de esgoto foram projetados separadamente ”.