Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Aeronave

Turbulência fez aeronave despencar o equivalente a um prédio de 18 andares

De acordo com relatório, turbulência que atingiu voo da Singapore Airlines foi tão forte que fez com que passageiros sem cinto 'voassem'

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 29/05/2024, às 10h02

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem Ilustrativa - Imagem de Dominic Wunderlich por Pixabay
Imagem Ilustrativa - Imagem de Dominic Wunderlich por Pixabay

O avião da Singapore Airlines, que foi atingido por uma forte turbulência durante o voo entre Londres e Singapura, sofreu uma queda de 54 metros em apenas 4,6 segundos, o equivalente à altura de um edifício de 18 andares, conforme aponta um relatório preliminar. Vários passageiros e membros da tripulação ficaram feridos, resultando na trágica morte de um homem de 73 anos com histórico de doenças cardíacas.

Operando como voo Q321 e conduzido por um Boeing 777, a aeronave foi forçada a realizar um pouso de emergência no aeroporto de Bangkok, na Tailândia, no dia 21 deste mês. Dos 229 ocupantes, 28 ainda estão hospitalizados em instalações médicas tailandesas.

Relatório

De acordo com informações do G1, o relatório emitido pelo Ministério dos Transportes de Singapura apontou que a turbulência causou uma rápida mudança na força G, levando ocupantes sem cintos de segurança a serem projetados pela cabine.

A aceleração vertical passou de 1,5G negativo para 1,5G positivo em apenas 4 segundos, fazendo com que os passageiros em suspensão caíssem de volta ao chão.

As abruptas oscilações na força G durante esse período de 4,6 segundos resultaram em uma perda de altitude de 178 pés (54 metros), reduzindo de 37.362 pés para 37.184 pés.