Notícias » Brasil

Twitter tira do ar post de Malafaia chamando vacinação de infanticídio

O pastor mobilizou diversos comentários negativos pedindo a retirada da publicação

Wallacy Ferrari Publicado em 11/01/2022, às 15h53 - Atualizado às 15h55

O antes e depois da publicação na rede social
O antes e depois da publicação na rede social - Divulgação / Twitter

A moderação da rede social Twitter removeu durante a noite da última segunda-feira, 10, uma publicação do perfil oficial do pastor Silas Malafaia que chamava a vacinação infantil contra o novo coronavírus de "infanticídio", mobilizando milhares de comentário pedindo a remoção da publicação.

Agora, quem entrar no link do comentário público proferido pelo religioso encontrará uma mensagem afirmando que “Esse tweet violou as regras do Twitter”, sendo impossível de visualizá-lo ou compartilhar nas redes. Antes de sair do ar, outros usuários conseguiram registrar o post em imagem.

A crítica ocorre pouco após a aprovação da Anvisa para a vacinação infantil, que foi formalizada em 16 de dezembro de 2021 após um estudo usando o imunizante da Pfizer com 2.250 crianças, seguindo instruções especificas de intervalo e aplicação na bula, comprovando que a vacina também é eficaz para as crianças.

O teste também enalteceu que a decisão da medida se dá ao fato de que a segurança do imunizante foi notável devido aos benefícios que superam os mínimos riscos apresentados em testes práticos com as crianças.