Notícias » Europa

Ucrânia não planeja se render: ‘Vamos defender nosso país’, diz presidente

Volodymyr Zelensky fez a declaração neste sábado, 26

Paola Orlovas, sob supervisão de Isabela Barreiros Publicado em 26/02/2022, às 08h27

Volodymyr Zelensky, o presidente ucraniano, em 2020
Volodymyr Zelensky, o presidente ucraniano, em 2020 - Getty Images

Volodymyr Zelensky, o presidente ucraniano, fez um discurso neste sábado, 26, descartando a possibilidade de rendição do país depois dos ataques russos. Publicada nas redes sociais, a declaração se deu um dia após o anúncio de que a Ucrânia aceitou negociar um cessar-fogo.

Estou aqui. Não baixaremos as armas. Vamos defender nosso país, porque nossa arma é a verdade, e nossa verdade é que esta é nossa terra, nosso país, são nossas crianças. E vamos defender tudo isso. É isso. Era o que eu queria dizer a vocês. Glória à Ucrânia", afirmou Volodymyr Zelensky.

Em outras publicações, Zelensky escreveu que conversou com o presidente francês, Emmanuel Macron, dizendo: "Um novo dia na frente diplomática começou com uma conversa com Emmanuel Macron. Armas e equipamentos de nossos parceiros chegarão até nós. A coalizão anti-guerra está funcionando!"

Zelensky, de acordo com o portal de notícias UOL, também disse que conversou com Ursula von der Leyen, a presidente da Comissão Europeia, sobre uma possível ajuda da União Europeia aos soldados ucranianos. 

Discuti com Ursula von der Leyen [a possibilidade de] uma assistência efetiva da União Europeia para o nosso país nesta batalha heroica. Acredito que a UE também escolherá a Ucrânia", disse o presidente.