Notícias » Ucrânia

Ucranianos recém-casados lutarão ‘até a última gota de sangue’ contra a Rússia

‘Se a Ucrânia cair, alguém será o próximo. A Rússia nunca para’, afirmou a jovem Yaryna Arieva

Redação Publicado em 30/03/2022, às 10h02

Os ucranianos Yaryna Arieva e Sviatoslav Fursin
Os ucranianos Yaryna Arieva e Sviatoslav Fursin - Divulgação/Arquivo pessoal/Fox News

Jovens ucranianos recém-casados relataram que irão lutar contra a Rússia “até a última gota de sangue” após terem oficializado a união em meio à guerra entre os dois países, que já passa de um mês.

Em entrevista à Fox News, Yaryna Arieva, de 21 anos, e seu marido, Sviatoslav Fursin, de 24, relataram como se uniram ao exército da capital ucraniana, Kiev, logo após a invasão das tropas russas à nação em 24 de fevereiro.

“Ainda lutaremos até a última gota de sangue, mas se a Ucrânia cair, alguém será o próximo. A Rússia nunca para. Eles não têm nada... Eles não têm nada para alimentar seu povo, mas, ainda assim, eles tentarão tomar outros países e trazer seu mundo russo — e o mundo russo parece completa [destruição] e medo”, afirmou Arieva.

Segundo a ucraniana, o exército de Vladimir Putin está recuando na cidade a pelo menos 40 km do centro, o que faz com que moradores que estavam se abrigando há semanas no subsolo comecem a voltar para a superfície, mesmo que apenas enquanto os soldados não avancem novamente.

"A cidade está acordando. ... Algumas lojas estão abrindo. Até alguns cafés. Um pouco deles, mas ainda assim. ... Estive na Defesa Territorial por um mês, e o único café que tomei foi esse café que você tira de um pacote. E quando eu tive a chance de beber um cappuccino normal, foi o melhor sabor que eu poderia imaginar depois dessa vez. Foi, tipo, três dias atrás, mas eu ainda me lembro", contou.

Ela continuou, segundo reportou o UOL: "Nós realmente não sabemos quanto tempo levará para vencer a guerra, porque, como a situação no primeiro dia — foi muito difícil lutar. Agora, tudo [está] mais calmo, especialmente perto de Kiev. Mas ainda assim, essa calma significa que levará muito mais tempo de ambos os lados".