Notícias » Civilizações

Cidade Perdida do Deus Macaco, em Honduras, revela tesouro biológico

O local que fora uma grande cidade, hoje abriga espécimes raras de animais e plantas

Joseane Pereira Publicado em 01/07/2019, às 08h00

None
Reprodução

Em 2012, ruínas de uma antiga cidade foram encontradas na floresta tropical de Mosquita, em Honduras. Conhecida como Cidade Branca ou Cidade Perdida do Deus Macaco, a região foi localizada com base em lendas seculares, e hoje em dia seus arredores contêm outro tesouro: uma biodiversidade dificilmente vista, que inclui espécimes extintas.

Biodiversidade Intacta

Em 2017, uma equipe de cientistas liderada pelo governo de Honduras e pelo Programa de Avaliação Rápida (RAP) da Conservation International Scientists, foi levada ao local para fazer um levantamento biológico de três semanas. A equipe identificou 183 espécies de plantas, 246 borboletas e mariposas, 198 aves, 22 anfíbios, 35 répteis, 13 peixes, 40 mamíferos pequenos e 30 de médio e grande porte.

Destas, uma espécie de peixe Poeciliid foi considerada nova para a ciência, e os cientistas acreditam que outros animais aquáticos sejam descobertos nas águas límpidas do local. Três dos animais localizados eram considerados extintos: o Morcego Pale-Faced, a serpente coral e uma espécie de besouro-tigre.

Das espécies observadas, 22 nunca haviam sido registradas em Honduras. A equipe também localizou uma próspera população de queixadas, capazes de suportar grande variedade de predadores. "Nossa equipe de cientistas ficou chocada com a descoberta da biodiversidade tremendamente rica, incluindo muitas espécies raras e ameaçadas", afirmou Trond Larsen, diretor do Programa de Avaliação Rápida. "A Cidade Branca é uma das poucas áreas remanescentes na América Central onde os processos ecológicos e evolutivos permanecem intactos".

Tanto as ruínas arqueológicas quanto as florestas tropicais da Cidade Branca são protegidas, sendo fonte para inúmeras pesquisas. O relatório completo da expedição pode ser visto no site da Conservation International.