Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Marilyn Monroe

"Uma cubana como a Marilyn? É revolucionário", diz Ana de Armas sobre o filme 'Blonde'

Ana de Armas descreveu o intenso processo para aprender o sotaque de Marilyn Monroe

Redação Publicado em 21/07/2022, às 09h39

Ana de Armas como Marilyn Monroe em "Blonde" - Divulgação/Netflix
Ana de Armas como Marilyn Monroe em "Blonde" - Divulgação/Netflix

Ana de Armas, que vai interpretar Marilyn Monroe na cinebiografia “Blonde”, dirigida por Andrew Dominik, contou como foi o processo para a composição da personagem, que descreveu como “torturante”, e detalhou o quão difícil foi aprender o sotaque da atriz.

Em entrevista ao The Sunday Times, a estrela revelou que precisou praticar dialetos e dominar um novo sotaque para o papel e que muitas pessoas envolvidas na produção não queriam uma latina como a famosa loira de Hollywood.

“Precisei passar 9 meses treinando meu sotaque para gravar o diálogo, com sessões de fono para praticar dialetos. Foi uma verdadeira tortura! Foi tudo muito exaustivo, literalmente 'fritou' meu cérebro”, disse.

Ela afirmou :“Fiz apenas uma audição para a Marilyn, e o Andrew [Dominik, diretor do longa] disse: ‘É você’. Mesmo assim, precisei de fazer outros testes, para os produtores e os financiadores. Mas eu sabia que conseguiria. Uma cubana como a Marilyn? É revolucionário”.

Reencarnando Monroe

Segundo Ana, ela precisou viver uma preparação física “dolorosa e intensa” antes das gravações de “Blonde”. Isso acontecia especialmente devido às inúmeras perucas que precisava usar.

"Tive que usar uma touca todos os dias. Afinal, a Marilyn passou por muitos penteados diferentes, e por vários tons de loiro", explicou. "Para colocar essas perucas, você não pode ter nada escuro embaixo. Eu passava cerca de 3 horas e meia na cadeira de maquiagem e cabelo".