Notícias » Personagem

Uma pintura sob outra: Pesquisa analisará curioso quadro de Van Gogh

Uma das telas iniciais do hoje renomado artista esconde um segredo

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 18/04/2022, às 15h23

Pintura de Van Gogh conhecida como "Poplars near Nuenen"
Pintura de Van Gogh conhecida como "Poplars near Nuenen" - Divulgação/ Museu Boijmans Van Beuningen

"Choupos perto de Nuenen" é um quadro criado por Van Gogh em 1885. Ele representa uma paisagem holandesa, dando foco a um grupo de choupos, que é uma árvore alta típica do clima temperado. Na porção inferior da tela, estão alguns transeuntes. 

O cenário aparentemente inócuo, porém, esconde um segredo: sob suas pinceladas, está uma outra pintura, tapada pela que veio depois.

Imagens de raio-X revelam que se trata de uma igreja próxima de um cemitério, de acordo com o Museu Boijmans Van Beuningen, que é o dono atual do quadro. O lugar retratado é aquele onde foi enterrado o pai de Van Gogh.

Imagem resultante do raio-X do quadro de Van Gogh / Crédito: Divulgação/ Museu Boijmans Van Beuningen

Especialistas da instituição de arte querem descobrir o que teria levado o pintor a criar uma obra em cima de outra. Um dos palpites iniciais é de que, por algum motivo, o holandês ficou insatisfeito com sua composição inicial. Outro é mais prático: ele pode ter reutilizado a tela simplesmente para economizar dinheiro. 

Um detalhe interessante é que ainda é possível que o artista tenha adicionado mais pinceladas, e isso meses após a finalização do segundo quadro. As cores acrescentadas seriam mais claras e chamativas, uma influência do movimento impressionista, com o qual Gogh teve contato após ir morar com seu irmão na França. 

Vale mencionar que "Choupos perto de Nuenen" não é a única tela do holandês a ser pintada sobre outra. "Três pares de sapatos" e "Remendo de grama", por exemplo, são outros quadros do artista que escondem imagens diferentes sob sua superfície.