Notícias » Coronavírus

Único caso de covid-19 em meses gera anúncio de lockdown na Nova Zelândia

É possível que o homem de 58 anos tenha sido contaminado com a variante delta do novo coronavírus

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/08/2021, às 11h03

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

A Nova Zelândia registrou um novo caso de covid-19 pela primeira vez em meses. Desde fevereiro deste ano, o país não contava com casos do novo coronavírus transmitidos localmente na nação. 

Como noticiou a CNN, o único caso fez com que a primeira-ministra do país, Jacinda Ardern, anunciasse um bloqueio nacional com o objetivo de impedir que a situação favorável do país fosse modificada. 

Os próximos três dias contarão com mais restrições a nível nacional. O bloqueio ficará no nível quatro e apenas serviços essenciais como supermercados e farmácias deverão permanecer abertos. A indicação é que todos permaneçam em casa.

O caso foi registrado em Auckland, maior cidade da Nova Zelândia, e trata-se de um homem de 58 anos não vacinado. Nos últimos dias, ele viajou para outras partes do país e passou pela fronteira, como informou a diretora-geral de Saúde Ashley Bloomfield.

A maior preocupação, porém, é que as autoridades acreditam se tratar da variante delta do novo coronavírus, que vem preocupando especialistas ao redor do mundo. O sequenciamento do genoma ainda não foi finalizado para que isso seja certeza. 

"Somos um dos últimos países do mundo a ter a variante Delta em nossa comunidade", afirmou a primeira-ministra em uma coletiva de imprensa realizada hoje, 17. "Estamos em posição de aprender com a experiência no exterior e quais ações funcionam e quais não funcionam."

"[A variante] delta já foi chamado de gamechanger [mudança no jogo, em português] — e é. Isso significa que precisamos de novo ir consistentes e cedo para impedir a propagação. Vimos o que pode acontecer em outros lugares se não conseguirmos superá-lo. Temos apenas uma chance”, declarou Ardern.