Notícias » Brasil

Universidade Zumbi dos Palmares e Ericsson firmam parceria para inclusão digital de jovens baixa renda de SP

Iniciativa visa capacitar a próxima geração de afro-brasileiros entre 16 e 18 anos com o desenvolvimento de habilidades digitais

Redação Publicado em 23/11/2021, às 10h54

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Life-Of-Pix, via Pixabay

A Ericsson (NASDAQ: ERIC) e a Universidade Zumbi dos Palmares firmam parceria para capacitar a próxima geração de jovens afro-brasileiros com o desenvolvimento de habilidades digitais e criar um Laboratório Digital nas instalações da Universidade em São Paulo. O acordo passa a valer no dia 20 de novembro, data em que se comemora o Dia da Consciência Negra.

Alunos e professores da Universidade Zumbi dos Palmares farão parte do "Programa Ericsson Digital Lab", que tem como principal objetivo desenvolver competências e habilidades digitais, e potencializar o protagonismo juvenil, preparando-os para oportunidades e desafios pessoais e profissionais. Esta capacitação também contribui para a redução das lacunas digitais e das desigualdades raciais.

"Acreditamos que sem educação, não há liberdade. Este é o propósito da nossa instituição e o princípio que norteia as nossas iniciativas. A parceria com a Ericsson certamente vai gerar mais oportunidades profissionais e levará esses jovens em direção ao futuro, à medida universidade.", comenta José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares.

O programa concentra-se na orientação e treinamento de jovens entre 16 e 18 anos, especialmente em capacidades e ferramentas essenciais para o século 21. A implementação está dividida em duas fases: a primeira oferece cursos básicos de informática e audiovisual e, em seguida, incluirá robótica e cursos de programação. Os professores da Universidade também serão beneficiados com a formação em competências técnicas e comportamentais.

A parceria conta ainda com a implantação de um laboratório digital localizado nas dependências da Universidade, com infraestrutura e materiais necessários para a execução do programa.

"Na Ericsson, as pessoas são nosso maior ativo e acreditamos em parcerias que transformam e contribuem para o crescimento social e econômico do nosso país. Projetos como este geram conhecimento para os jovens poderem trabalhar capacitados no desenvolvimento das tecnologias. Ficamos felizes em ver isso de perto e fazer parte dessa construção de um futuro para a nova geração, com educação de qualidade e que contribua para a redução de desigualdades", diz Edvaldo Santos, que lidera o Pilar de Etnias no Programa de Diversidade & Inclusão da Ericsson para o Cone Sul da América Latina. E completa: "o laboratório digital não será exclusivo para este projeto, e isso pode alavancar a carreira e a experiência dos estudantes da faculdade já que também será utilizado para outros cursos técnicos da Universidade".

A implantação impactará diretamente 80 alunos, suas famílias e potencialmente a vida dos 1600 alunos que a Universidade Zumbi dos Palmares recebe por ano, pois haverá um legado.

O programa está alinhado e visa contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), acelerando o desenvolvimento de competências digitais relevantes, promovendo a igualdade racial e o acesso à educação de qualidade.