Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Neonazista

Usava nome de líder nazista: Neonazista suspeito de planejar assassinato é detido

Homem foi detido na França na última semana

Redação Publicado em 04/06/2022, às 13h13

Ilustração que representa o neonazismo - OpenClipart-Vectors, via Pixabay
Ilustração que representa o neonazismo - OpenClipart-Vectors, via Pixabay

Na França, um caso chamou atenção na última sexta-feira, 3. Isso porque um homem neonazista é suspeito de ter planejado um assassinato em massa. As informações são da AFP. 

Ele, que confirmou sua admiração pela ideologia de Adolf Hitler, foi preso de maneira preventiva, segundo fontes que acompanharam o caso informaram neste sábado, 4. A prisão do homem se deu na última terça-feira, 31.

Violência

A detenção só foi possível através de investigadores da Diretoria Geral de Segurança Interna do país. Foram essas autoridades quem descobriram que o neonazista estava "procurando uma arma", o que sugeria um ato de violência. 

A agência de notícias repercutiu que o jovem de 20 anos usava o nome de um dos mais insólitos nomes do Terceiro Reich: Heinrich Himmler, chefe da SS, força paramilitar responsável pelo Holocausto. Em redes sociais e app de mensagens criptografadas, ele usava o username 'HeinrichHimmler88'. Essa informação já havia sido passada pelo Le Parisien. 

Himmler  /Crédito: Arquivo Federal Alemão, via Wikimedia Commons

A fonte que também se comunicou com a AFP explica que o rapaz vomitava 'retórica neonazista". Em vídeos, ele teria até mesmo ameaçado atacar judeus, negros, mulheres e membros da comunidade LGBT. 

Detido, uma fonte disse que ele confirmou que admira o que o nazismo prega, contudo, 'negou querer usar uma arma' com o objetivo de assassinar alguém. A agência de notícias contatou a defesa do rapaz, que optou por não se pronunciar. 

Os crimes de Himmler

Uma série sobre uma família “normal”, com o pai batendo ponto como um gerente do extermínio industrial. O livro Heinrich Himmler: Cartas de um Assassino em Massa, de Michael Wildt, contou com a material da sobrinha-neta de Himmler, que não tem qualquer simpatia pelo parente.

O livro conta com cartas de Heinrich Himmler, o chefe da SS, a força paramilitar diretamente responsável pelo Holocausto. Nas cartas podemos ver Himmler abordar calorosamente sua família enquanto estava envolvido no genocídio de minorias.