Notícias » Brasil

Uso de máscara deixará de ser obrigatório ao ar livre no estado São Paulo a partir do dia 11 de dezembro

Apesar da flexibilização, pesquisa aponta que 37% da população não irá abandonar o uso da máscara

Redação Publicado em 24/11/2021, às 14h02

Imagem ilustrativa de máscara
Imagem ilustrativa de máscara - Divulgação / Pixabay / leo2014

O governo do estado de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (24) que a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre deixará de vigorar a partir do dia 11 de dezembro.

Porém, uma pesquisa recente realizada pela Doctoralia apontou que, mesmo com o avanço da vacinação, 37% das pessoas afirmam que não abandonarão o uso da máscara mesmo após a imunização completa. 34% continuarão utilizando álcool em gel, 28% respeitarão o isolamento social e apenas 1% não pretende tomar nenhuma medida de prevenção.

O levantamento, que busca entender o comportamento dos brasileiros após esquema vacinal completo, permitia a seleção de mais de uma opção nessa questão.

Quando perguntadas sobre novas variantes do Sars-CoV-2, sete a cada 10 entrevistados afirmaram que têm medo da ocorrência delas, mesmo após estarem 100% imunizadas contra o vírus.

Apesar desse cenário, surpreendentemente, 52% dos participantes responderam que, após completarem o esquema vacinal, se sentem confortáveis em estar na presença de grupos com mais de dez pessoas.

Vale destacar que os especialistas alertam para a importância de não deixar de lado as medidas de segurança, no intuito de diminuir a circulação do vírus até que a maioria da população esteja vacinada e, consequentemente, a pandemia esteja sob controle.

Dessa forma, caso as pessoas optem por encontrar familiares e amigos, devem dar preferência a pequenos grupos e, se puderem, conduzir essa reunião ao ar livre ou com o uso de máscaras bem ajustadas ao rosto. Ao todo, 1.726 pessoas foram entrevistadas, a maioria do sexo feminino, entre 36 e 45 anos.