Notícias » Brasil

Uso de máscaras no Rio de Janeiro não será mais obrigatório

A capital fluminense revelou que pretende desobrigar o uso do equipamento até em ambientes fechados

Redação Publicado em 07/03/2022, às 15h40

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Pixabay / leo2014

Desde outubro sem a obrigação de utilizar máscaras contra a COVID-19 em lugares abertos e com quase 90% da população já vacinada com a segunda dose, a cidade do Rio de Janeiro pretende, após uma reunião nesta segunda-feira, 7, desobrigar o uso do item por completo, inclusive em ambientes fechados.

O Rio seria o primeiro município a tomar essa decisão, que, de acordo com fontes próximas à prefeitura da capital fluminense, é inspirada pelo sucesso da campanha de imunização na cidade. O índice de vacinação do estado do Rio de Janeiro, além da cidade, já é bastante alto, com 75% do público alvo vacinado com as três doses.

Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia e membro da comissão relacionada ao combate contra o coronavírus no Rio de Janeiro, Alberto Chebabo, em conversa com a CNN, a recepção do setor de saúde é positiva, porém, somente para quem não faz parte de um grupo de risco.

Já temos segurança para retirar a obrigatoriedade de máscaras para a maior parte da população na cidade do Rio de Janeiro, mas ainda recomendando o uso para os grupos de maior risco”, explicou.

Um comunicado do governo do estado mostrou apoio à decisão e afirmou que há “baixo risco” da doença na capital e menor presença da variante mais recente, a ômicron. O município do Rio conta com 89,2% da população vacinada com as duas primeiras doses, de acordo com levantamento da CNN.