Notícias » Áustria

Vacinação contra covid-19 deixa de ser obrigatória na Áustria

A lei que previa a obrigatoriedade da vacinação entrou em vigor no dia 5 de fevereiro deste ano

Redação Publicado em 09/03/2022, às 13h30

Profissional de saúde prepara seringa
Profissional de saúde prepara seringa - Getty Images

O governo da Áustria decidiu revogar nesta quarta-feira, 9, uma lei que tornava obrigatória a vacinação contra a Covid-19 no país, somente um mês após ter entrado em vigor.

Conforme informou a ministra Karoline Edtstadler, durante entrevista coletiva em Viena,  as autoridades decidiram "seguir o conselho da comissão de especialistas" e "suspender" o texto, que não seria "proporcional" aos riscos da variante ômicron, atualmente em circulação.

"Não vemos necessidade de vacinação obrigatória neste momento, dada a variante atual", disse ela comparando os sintomas da ômicron com os da variante dominante anteriormente, a delta. "Atualmente, há muitos argumentos para dizer que esta violação dos direitos fundamentais não se justifica", prosseguiu Edtstadler, segundo informações do UOL.

De acordo com a fonte, a lei, que entrou em vigor no dia 5 de fevereiro, tornava obrigatória a vacinação de todos os maiores de 18 anos residentes no país de 8,9 milhões de habitantes.

As exceções se aplicavam somente a grávidas, pessoas que tivessem contraído o vírus em um período inferior a 180 dias ou mesmo que possuíssem contraindicação médica.