Notícias » Coronavírus

Vacinação contra covid-19 em adultos deve ser finalizada no Brasil antes do que nos EUA

Atualmente, os Estados Unidos enfrentam o problema da recusa da população em receber o imunizante

Penélope Coelho Publicado em 23/08/2021, às 09h57

Imagem ilustrativa de vacina
Imagem ilustrativa de vacina - Getty Images

De acordo com informações do portal Metrópoles publicadas no último domingo, 22, a instituição Our Word in Data, ligada à Universidade de Oxford, no Reino Unido, liberou novos dados sobre a vacinação contra o novo coronavírus em âmbito mundial.

Segundo as informações, desde o dia 20 de junho, o Brasil superou a média de aplicações diária dos Estados Unidos. Agora, a tendência é que a vacinação em adultos em solo brasileiro seja finalizada antes que a dos norte-americanos.

Os dados mostram uma brusca queda na imunização dos adultos nos EUA, em contrapartida com estatísticas do começo do ano, que mostravam um rápido avanço dos estadunidenses na campanha de vacinação contra a Covid-19.

Atualmente, a média diária de aplicação de vacinas no Brasil está em 2,01 milhões; enquanto nos EUA, a média está em 823,3 mil. A queda acontece pela recusa da população em se vacinar.

De acordo com a reportagem, se o Brasil continuar com o ritmo atual, em cerca de 20 dias o país deve ter imunizado toda sua população acima de 18 anos. Já os EUA, devem demorar quase 70 dias para cumprir a mesma meta.


Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, desde o início da pandemia os Estados Unidos registram 37,8 milhões de casos de pessoas infectadas, e as mortes em decorrência da doença já chegam a 628 mil no país.  

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.