Notícias » Coronavírus

Vacinação em crianças é segura, diz secretária do Ministério da Saúde

Segundo Rosana Leite de Melo, "nenhuma preocupação séria de segurança foi identificada" na imunização dos pequenos

Redação Publicado em 27/12/2021, às 12h00

Criança recebe imunizante contra a Covid-19
Criança recebe imunizante contra a Covid-19 - Getty Images

A secretária de enfrentamento à Covid-19 Rosana Leite de Melo assinou uma nota na qual afirma que a vacinação contra o coronavírus é segura quando aplicada em crianças de 5 a 11 anos. O documento foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O posicionamento da profissional contraria as declarações do presidente Jair Bolsonaro (PL), que diz haver "desconfiança" e uma "interrogação enorme" em relação a supostos efeitos colaterais da imunização do público infantil.

Contraria também o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que recomendou que a vacinação de crianças seja possível apenas por meio de recomendação médica e assinatura de termo de consentimento dos pais. Tais procedimentos, no entanto, não serão seguidos por pelo menos 15 estados, além do Distrito Federal, que já se manifestaram sobre o tema. 

Antes de recomendar a vacinação [contra a] Covid-19 para crianças, os cientistas realizaram testes clínicos com milhares de crianças e nenhuma preocupação séria de segurança foi identificada", declarou Melo, em nota.

Rosana ainda afirmou que a análise técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi realizada de "forma rigorosa e com toda a cautela necessária".

"As vacinas [contra a] Covid-19 estão sendo monitoradas quanto à segurança com o programa de monitoramento de segurança mais abrangente e intenso da história do Brasil", ressaltou a secretária, por fim.