Notícias » Brasil

Vale informa que está realizando testes com trem não tripulado, para tentar reativar atividades em usina de Mariana

Recentemente, a mineradora teve que paralisar as ações próximas à barragem Xingu, por risco de ruptura

Penélope Coelho Publicado em 17/06/2021, às 09h56

Imagem ilustrativa de trem
Imagem ilustrativa de trem - Divulgação/Shutterbug75/Pixabay

De acordo com informações publicadas na última quarta-feira, 16, pela CNN, a mineradora Vale informou que tentará retornar as atividades da usina de Timbopeba, em Mariana, Minas Gerais, com a implantação de um trem não tripulado que percorrerá pelo sistema de controle integrado e será capaz de realizar operações.

A mineradora espera que ao final da fase de testes, que deve durar cerca de dois meses, a empresa consiga manter com o trem a operação da usina em 80% a 100% de sua capacidade diária, que corresponde a 33 mil toneladas de minério de ferro.

Sabe-se que recentemente a Vale teve que paralisar as atividades na usina, depois da Superintendência Regional do Trabalho de Minas Gerais interditar o local, por risco de ruptura em áreas próximas à barragem Xingu.  

Em nota, a Vale informou que devido às intervenções as atividades na usina seguem em suspensão. A empresa ressaltou que a barragem está em nível 2 de emergência onde “não há risco eminente de ruptura”.

A empresa informou que todos os cuidados estão sendo tomados e que a barragem está sendo monitorada por uma equipe técnica: "Por máxima cautela, a Zona de Autossalvamento (ZAS) da Barragem Xingu permanece evacuada, não havendo a presença permanente de pessoas na área", afirmou a mineradora.