Notícias » Curiosidades

Vaso guardado a 40 anos em casa de família é relíquia chinesa de R$ 933 mil

O artefato do século 18 poderá ser arrematado pelo elevado valor em leilão

Redação Publicado em 06/05/2022, às 08h26

O vaso chinês que irá a leilão na Inglaterra
O vaso chinês que irá a leilão na Inglaterra - Divulgação/Dreweatts

Um vaso passou pelo menos quatro décadas guardado na cozinha de uma família britânica como uma cerâmica de pouco valor. Agora, eles descobriram que, na verdade, trata-se de uma relíquia chinesa cujo valor pode chegar a até R$ 933 mil.

Conforme a casa de leilões Dreweatts, a peça remonta ao século 18, do período em que a dinastia Qianlong controlava a China. Extremamente valioso, o vaso poderá ser comprado pelo elevado valor em um leilão que acontecerá na Inglaterra no dia 18.

O artefato teria passado tanto tempo na casa da família sem identificação após ter sido comprado por um médico-cirurgião na década de 1980, que o passou para o filho. Foi assim que o objeto continuou na cozinha do homem, que não sabia como ele era raro.

Mark Newstea, especialista em cerâmica chinesa, foi o responsável por identificar a peça chinesa em uma visita à casa, quando foi moldado para um jantar nos anos 1990. Ele percebeu de imediato que o material era de excelente qualidade.

“Apesar de na época a minha área de atuação ser cerâmica europeia, tive uma sensação avassaladora de que era uma peça do século 18 e muito boa”, contou em entrevista ao canal de televisão CNN.

Passaram-se mais de 20 anos para que o dono do artefato decidisse vendê-lo após anos, relegado à cozinha de sua casa. A expectativa é que ele alcance R$ 933 mil, com lances iniciais de R$ 621 mil, como reportou o jornal O Globo.