Notícias » Religião

Vaticano inicia processo de beatificação do papa João Paulo I

Albino Luciani, seu nome de batismo, permaneceu no cargo por apenas 34 dias

Fabio Previdelli Publicado em 13/10/2021, às 14h09

O papa João Paulo I
O papa João Paulo I - Domínio Público via Wikimedia Commons

O Vaticano anunciou nesta quarta-feira, 13, que o Papa João Paulo I será beatificado pela Igreja Católica. O pontífice foi o papa que ocupou o cargo por menos tempo, ficando apenas 34 dias no posto, quando morreu em 1978.  

“O Papa Francisco, ao receber o Cardeal Marcello Semeraro em audiência na manhã desta quarta-feira (13), autorizou a Congregação para as Causas dos Santos a promulgar o decreto que reconhece um milagre atribuído à intercessão de João Paulo I”, declarou o Vaticano em um comunicado.  

O milagre que acredita-se ter sido atribuído ao Papa, segundo explica matéria publicada pela CNN, foi a cura sem explicação — em 23 de julho de 2011 — de uma menina de 11 anos, que vive em Buenos Aires, que sofria de “encefalopatia inflamatória aguda grave, doença epilética refratária maligna”. 

Na época, o quadro clínico da jovem foi considerado muito grave, sendo “caracterizado por numerosas crises epiléticas diárias e um estado séptico causado por broncopneumonia”. Porém, a jovem se curou graças às orações que fez em nome do pontífice. Agora, o Papa Francisco fixará uma data para que o processo de beatificação continue.  

Apesar da morte repentina de Albino Luciani, nome de batismo de João Paulo I, o Vaticano diz que “em apenas algumas semanas de seu pontificado, ele entrou no coração de milhões de pessoas, por sua simplicidade, sua humildade, suas palavras em defesa dos pobres e por seu sorriso evangélico”.