Notícias » Europa

Vaticano propõe mediação de conflito entre Ucrânia e Rússia

Proposta foi feita pelo secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 28/02/2022, às 16h20

O cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano
O cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano - Getty Images

O cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, disse nesta segunda-feira, 28, que o Vaticano está pronto para “facilitar as negociações entre Rússia e Ucrânia". A proposta foi feita depois das primeiras conversas entre os países, em Belarus.

O número dois do Vaticano fez a declaração, durante uma entrevista aos jornais italianos La Repubblica, La Stampa, Il Messaggero e Il Corriere della Sera:

A Santa Sé, que nos últimos anos tem acompanhado de forma constante, discreta e com grande atenção os acontecimentos na Ucrânia, oferecendo sua disponibilidade para facilitar o diálogo com a Rússia, está sempre pronta para ajudar as partes a retomarem o caminho do diálogo", disse.

Pietro Parolin, que tem 67 anos de idade e é um diplomata veterano, também reconheceu que, caso o conflito fosse propagado, aconteceria uma "gigantesca catástrofe", ou um "cenário assustador".

Ele completou sua fala ao dizer: "Estou convencido de que sempre há espaço para a negociação. Nunca é tarde demais! Porque a única forma razoável e construtiva de resolver as diferenças é o diálogo, como o papa Francisco não se cansa de repetir."