Notícias » Política

Vereador de MG alfineta Paulo Freire em sessão: 'Diabo violento'

O parlamentar também aproveitou a sessão com presença de professores locais para criticar Gramsci e Marx

Redação Publicado em 18/12/2021, às 10h07

Fotografia do vereador na Câmara
Fotografia do vereador na Câmara - Divulgação / Facebook / Noka do Fizico

O vereador Antonio de Souza Lima Neto (Republicanos), eleito com o apelido Noka do Fizico, aproveitou o tempo de fala que teve em uma sessão da Câmara de Visconde do Rio Branco, em Minas Gerais, na última terça-feira, 14, para manifestar seu desapreço pelo Patrono da Educação Brasileira, Paulo Freire.

Pautando a educação local, ele classificou o educador como uma figura satânica ao repudiar seus ideais: “Quem não conhece o capeta, é o Paulo Freire, aquele diabo violento. Quem quiser gostar dele que vá gostar lá onde quiser”, disse durante sessão sobre destinação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A aprovação do projeto foi feita com a presença de professores do sistema público de educação local, onde Antonio aproveitou a presença para desprezar apoiadores de ideais de outros pensadores: Karl Marx e Antonio Gramsi.

“Eu fico muito feliz aqui nesta casa que algumas pessoas não conhecem Karl Marx, nem Antonio Gramsci, mas fico triste em saber que outros conhecem e ficam tentando implantar o Gramscismo aqui”, concluiu o vereador.

Veja abaixo o depoimento do parlamentar durante a sessão.