Notícias » Hard News

Vereadora Erika Hilton lamenta morte de Elza Soares: 'Sem chão'

A artista faleceu nesta quinta-feira, 20

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 20/01/2022, às 18h32

Cantora e compositora Elza Soares e a vereadora Érika Hilton
Cantora e compositora Elza Soares e a vereadora Érika Hilton - Divulgação / Arquivo Pessoal

No fim da tarde desta quinta-feira, 20, a família da cantora, compositora e artista brasileira Elza Soares anunciou a sua morte nas redes sociais oficiais da lenda da música.

Eleita como a Voz do Milênio, Elza marcou a cena musical brasileira de maneira incomparável e inúmeras pessoas lamentam o seu falecimento, aos 91 anos.

Uma figura que utilizou seu perfil no Instagram para expressar seu luto pela perda de Elza Soares foi a vereadora de São Paulo Erika Hilton. A mulher mais votada do país durante o processo de eleições em 2020, Hilton sempre foi muito vocal em relação aos direitos das populações marginalizadas, especialmente sendo uma mulher trans negra.

Elza Soares também foi sempre uma aliada verbal da comunidade LGBT+ e, como mulher negra, lutou constantemente contra o racismo durante toda sua vida, incluindo a luta em sua música, como na composição de uma de suas faixas mais populares, “A Carne”, lançada oficialmente em 2002.

Em sua publicação, Erika Hilton aproveitou o momento para honrar o legado de Elza e para explicar o quão importante a sua persona foi para o crescimento de Hilton dentro do ativismo e da política. A publicação lamenta a morte da artista, mesmo que tenha acontecido de causas naturais, e a comemora.

“Simplesmente sem chão com o falecimento, na tarde de hoje e por causas naturais, da nossa rainha Elza Soares. A notícia foi dada por meio de sua assessoria nas suas redes sociais. Elza de fato era uma das vozes mais importantes do nosso país, foi uma das cantoras e compositoras mais marcantes da minha vida, desde a infância, na luta, nas ruas. Elza Soares, presente, hoje e sempre”, escreveu.