Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Vídeo: Após bondinhos falharem, 16 pessoas são resgatadas por corda a 300 metros do chão

Caso ocorrido na Índia repercutiu nas redes sociais pela demora no resgate

Redação Publicado em 21/06/2022, às 07h56

Registro amador feito no momento em que os 2 bondinhos apresentaram falhas - Divulgação/ Twitter/@sharmanews778
Registro amador feito no momento em que os 2 bondinhos apresentaram falhas - Divulgação/ Twitter/@sharmanews778

Em meio a uma visita ao ponto turístico de Parwanoo Timber, na Índia, 16 pessoas ficaram presas em dois bondinhos que apresentaram falhas durante execução dos serviços em uma viagem, sendo resgatadas por uma corda a mais de 300 metros do chão. O caso foi registrado na segunda-feira, 20, por autoridades civis da região.

Do total de pessoas envolvidas no acidente, duas eram responsáveis por operarem os veículos, enquanto as outras quatorze eram turistas. O carrinho que estava subindo continha apenas quatro pessoas, enquanto o que estava descendo totalizava as outras 12, segundo o portal de notícias UOL.

Segundo o jornal local Indian Express, um grupo de amigos que estava em um dos carros chegou no consenso de ligar para a empresa responsável pelo passeio turístico, mas ao não receber respostas de resgastes, usou de suas redes sociais para repercutir o caso.

Péssima repercussão do momento

"Estávamos preocupados com a saúde de Manoj Goyal, 57, que é diabético e precisa de hemodiálise duas vezes na semana. Decidimos compartilhar a situação com o resto do mundo depois de perceber que ninguém estava aparecendo para nos resgatar", disse Anju Garg, uma das pessoas resgatadas, através de publicação em seu perfil do Twitter.

O gerente geral da empresa ‘Timber Trail Resort’ — responsável pela atração turística — alegou que 3 turistas já haviam sido resgatados após 45 minutos de registro do ocorrido e ainda disse que "os outros foram resgatados após uma longa operação".

Foram 6 horas de trabalhos de resgates ao todo e, de acordo falas das autoridades locais ao jornal indiano, a administração da empresa será denunciada por negligência e por riscos de vida de funcionários e usuários de seus serviços.