Notícias » Entretenimento

Vídeo compara personagens das duas versões de ‘Pantanal’ confrontando a homofobia

Guta foi interpretada por Luciene Adami e agora é encarnada por Julia Dalavia

Wallacy Ferrari Publicado em 20/04/2022, às 15h39

Montagem com as cenas de 'Pantanal'
Montagem com as cenas de 'Pantanal' - Divulgação / Bloch / TV Globo

As diferenças culturais pautadas na nova versão de 'Pantanal', com o remake atualmente transmitido na faixa de novelas de 21h da TV Globo, chamam a atenção do público. Na adaptação de Bruno Luperi sobre o roteiro do avô, Benedito Ruy Barbosa, uma série de mudanças foram promovidas para modernizar o enredo.

 Uma destas mudanças foi a remoção de diálogos homofóbicos contra o personagem Joventino, que enfrenta diferenças culturais com o pai pantaneiro José Leôncio e seus companheiros de trabalho na versão original, sendo reprimido inclusive pela maneira como senta — de pernas unidas.

Contudo, outro diálogo original surpreendeu o público; trata-se de uma conversa entre a personagem Guta e seu pai, o chucro vilão Tenório. Na versão original, a atriz Luciene Adamiindaga a figura paterna, interpretada por Antônio Petrin, sobre o que ele faria caso ela fosse “sapatão”, pouco após comentários homofóbicos.

Na nova versão, com Guta personificada por Julia Dalavia, o termo foi substituído por “lésbica”, além de adicionar comentários conscientizados da personagem sobre dados de casos no país, em uma cena adicional com a mãe. Um usuário do Twitter resgatou a cena original e uniu com a versão recente.

Acompanhe a cena original e a nova versão abaixo: