Notícias » Brasil

Vídeo de Bolsonaro comendo farofa gera críticas e ministro deleta

Uma gravação do atual presidente comendo com as mãos levou a um debate sobre propaganda política

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 31/01/2022, às 14h46

Captura do vídeo de Bolsonaro comendo com as mãos enquanto sujo de farinha
Captura do vídeo de Bolsonaro comendo com as mãos enquanto sujo de farinha - Divulgação / Redes Sociais

Na tarde do último domingo, 30, o atual presidente Jair Bolsonaro apareceu em um vídeo publicado nas redes sociais de diversos de seus colegas políticos, como o Ministro das Comunicações, Fábio Faria, seu filho, Flávio Bolsonaro, e a deputada Carla Zambelli, no qual comia frango com farofa apenas com as mãos. O vídeo também mostrava a roupa e o chão sujos à sua volta.

A gravação foi feita numa barraca de uma zona rural do Distrito Federal e iniciou um debate, principalmente no Twitter, com relação à suposição de ser uma tentativa de transformar Bolsonaro em um homem ‘do povo’. Em suas reações, os internautas relembraram diversas decisões do presidente e as conectaram com o vídeo.

Até mesmo grandes nomes políticos, como Marina Silva, posicionaram-se sobre a publicação do atual chefe de Estado.

Em seu Tweet, a previamente candidata a presidente pelo partido Rede Sustentabilidade apontou a revelação de que Bolsonaro já havia gastado R$ 30 milhões no cartão corporativo e chamou a gravação de ‘teatro’.

“Só passando pra lembrar que não adianta comer com as mãos em sinal de humildade e simplicidade e gastar quase R$30 MILHÕES do dinheiro do contribuinte no cartão corporativo. Não acredite no Bolsonaro e em seu teatro”, escreveu.

As declarações contra o vídeo do presidente comendo com as mãos gerou um debate tão intenso, que uma das pessoas que originalmente havia publicado a gravação, o ministro Fábio Faria, decidiu apagar de seus perfis. As informações vêm da cobertura do portal de notícias UOL.