Notícias » Europa

Vila da Inglaterra cava trincheiras para impedir acampamento de forasteiros

População furiosa tenta impedir o avanço de mais de 16 caravanas que se apropriaram da região

Victória Gearini Publicado em 01/10/2019, às 14h57

None
- South West News Service

O conselho paroquial de uma vila localizada em Swaffham Bulbeck, perto de Cambridge, na Inglaterra, entrou com uma ação de despejo no dia 7 de setembro contra viajantes. A medida foi tomada após os forasteiros montarem acampamentos em campos esportivos e parques locais.

Sete caravanas e algumas vans apareceram em um campo da região. Após duas semanas, um grupo maior chegou ao local e montou um segundo acompanhamento sem autorização, o que gerou desconforto entre os moradores.

A população insatisfeita com a situação cavou trincheiras com o intuito de impedir o avanço de mais de 16 caravanas e automóveis que se apropriaram do terreno. Além disso, deslocaram mais de uma dúzia de troncos para bloquear a vegetação.

Crédito: South West News Service

 

O conselheiro Mathew Shuter informou que o oficial de viajantes do Conselho de Cambridgeshire, recomendou essa medida e que a ação judicial foi a melhor forma de impedi-los.

“Depois da ação civil, os viajantes foram embora e queremos garantir que eles não voltem novamente. Era um ponto de acesso muito fácil, não havia defesas ao redor do verde, então o conselho paroquial precisava fazer alguma coisa”, disse.

Embora o parque esteja em uma situação degradante, a população espera que flores silvestres cresçam no local das trincheiras. Sabendo do ocorrido na vila, outros moradores de Cambridge adotaram medidas semelhantes para impedir que os viajantes se apossem da região. Atualmente existem somente 10 locais legais para estes forasteiros.