Notícias » Estados Unidos

Vila Sésamo: Garibaldo conta que se vacinou e é criticado por políticos nos EUA

O personagem fictício infantil causou revolta entre alguns estadunidenses após publicação em que estaria incentivando a imunização

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/11/2021, às 14h56

Trecho de vídeo que mostra Garibaldo
Trecho de vídeo que mostra Garibaldo - Divulgação/ Youtube/ Sesame Street

A conta oficial norte-americana do Twitter que representa o personagem Garibaldo, um pássaro amarelo do seriado infantil conhecido como Vila Sésamo, fez uma publicação no último sábado, 6, buscando aumentar a adesão à vacina contra o coronavírus. 

O post foi escrito do ponto de vista do personagem infantil, como se ele contasse aos seguidores que havia se imunizado.

Outro detalhe importante é que isso ocorreu no primeiro fim de semana em que passou a ser permitido que crianças entre 5 e 11 anos recebessem a Pfizer no país. 

Eu tomei a vacina contra a Covid-19 hoje! Minha asa está um pouco dolorida, mas ela vai deixar meu corpo protegido para fazer com que tanto eu quanto os outros continuem saudáveis", afirmou a publicação. 

Nos Estados Unidos, contudo, existe um expressivo movimento antivacina, de forma que nem todos aprovaram o post.

Assim, a campanha de conscientização rapidamente se tornou alvo de críticas, conforme repercutido pela Folha de São Paulo. 

Um dos críticos, por exemplo, foi Ted Cruz, que é o governador do estado norte-americano do Texas. De acordo com o político, o ato consistia em uma "propaganda do governo para as crianças", algo que condenava. 

Ainda de acordo com o veículo, outra opositora foi Wendy Rogers, uma senadora do Arizona, que chegou a chamar o pássaro amarelo de "comunista". 

Já o presidente Joe Biden, que pertence a outra porção do espectro político, elogiou a publicação por encorajar a imunização entre os pequenos.