Notícias » Estados Unidos

Virginia remove última estátua de general confederado dos EUA

O monumento em homenagem a Robert E. Lee foi removido da capital do estado

Penélope Coelho Publicado em 08/09/2021, às 12h30

Estátua de Robert E. Lee, em Richmond, capital da Virgínia
Estátua de Robert E. Lee, em Richmond, capital da Virgínia - Getty Images

De acordo com informações publicadas nesta quarta-feira, 8, pelo jornal The New York Times, após mais de um ano de disputas legais, a estátua de Robert E. Lee, general da Guerra Civil, foi removida nesta manhã, em Richmond, capital da Virgínia, nos EUA.

A decisão foi realizada oficialmente no último domingo. Segundo informações da agência de notícias Reuters, a peça será armazenada pelo estado, até que haja uma decisão oficial sobre seu paradeiro final.

A estátua de bronze de Robert E. Lee tem 12 toneladas e foi construída em 1890; a peça era a última de uma série de monumentos espalhados pela cidade que homenageavam generais que atuaram com os confederados do Sul, conhecidos por serem pró-escravidão.

Nos últimos anos, movimentos antirracistas intensificaram os pedidos para derrubada de estátuas relacionadas a figuras históricas controversas, especialmente após a morte de George Floyd, ex-segurança negro que foi morto por um policial branco, em maio de 2020.

Em nota, o prefeito de Richmond, Levar Stoney, afirmou que a estátua será substituída por um monumento que deixe claro que a cidade “não é mais a capital da Confederação”.

“Somos uma cidade diversificada, aberta e acolhedora, e nossos símbolos precisam refletir essa realidade", afirmou Stoney.