Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Visita ao Afeganistão: Representante da ONU aponta segregação de gênero

Richard Bennett fez uma viagem de vários dias ao país, que está sob controle do Talibã

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 26/05/2022, às 12h53

Imagem ilustrativa - Getty Images
Imagem ilustrativa - Getty Images

Após uma visita de onze dias ao Afeganistão, Richard Bennett, relator da ONU a respeito de direitos humanos no país, afirmou em uma coletiva de imprensa que as políticas do Talibã procuram tornar as mulheres "invisíveis". 

A afirmação foi feita nesta quinta-feira, 26, e leva em conta as últimas medidas tomadas pelos líderes do grupo fundamentalista islâmico, incluindo a regra de que as afegãs precisarão cobrir o rosto em público. 

"Diretrizes sobre maharams (guardiões do sexo masculino), aplicações de uma forma restrita de hijab e fortes conselhos para ficar em casa alimentam o padrão de absoluta segregação de gênero e tornam as mulheres invisíveis na sociedade", afirmou Bennett, segundo repercutido pela Reuters. 

Histórico 

Vale lembrar que o Talibã já esteve sob controle do território afegão durante um regime passado que durou entre 1996 e 2001. O período foi caracterizado por grande repressão às liberdades das mulheres, incluindo a proibição de que elas trabalhassem ou estudassem. 

Em sua volta ao poder, os representantes do grupo radical a princípio apresentaram um discurso mais moderado, porém suas ações preocupam autoridades internacionais de defesa de direitos humanos ao se tornarem cada vez mais repressivas.