Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Texas

Vítimas de tiroteio em escola nos Estados Unidos estavam na mesma sala

Com 21 mortes, o ocorrido entra para a história do país como o mais mortal desde 1999

Redação Publicado em 25/05/2022, às 20h18 - Atualizado às 20h20

Registro do local alvo do massacre - Getty Images
Registro do local alvo do massacre - Getty Images

Na última terça-feira, 24, um tiroteio aterrorizou os moradores de Uvalde, no Texas. A tragédia aconteceu na Robb Elementary School, onde um homem entrou e matou 2 professores e 19 crianças. O porta-voz do Departamento de Segurança Pública do Texas, o tenente Chris Olivarez, afirma que toda a ação aconteceu dentro de somente uma sala de aula.

Durante o ataque, os policiais estavam por toda a área da escola, tentando retirar crianças e funcionários do interior do colégio, em que conseguiram forçar a entrada da sala de aula onde o atirador estava. 

De acordo com o tenente, muitas crianças ficaram feridas, ele ressalta que “era um ambiente de sala de aula típico, onde você tem grupos de crianças dentro daquela sala todos juntos, sem ter para onde ir”, disse ele, conforme repercutido pela CNN.

Antes do atirador bater um carro perto da escola, não houve perseguição com a polícia. Vale ressaltar que a sua avó também levou um tiro do neto. 

“O que sabemos sobre o atirador é que ele é residente aqui em Uvalde, frequentou uma das escolas secundárias locais, morava com os avós, estava desempregado, sem amigos, sem namorada que possamos identificar neste momento, sem antecedentes criminais, sem filiação a gangues também”, comentou Olivarez.

Equipamento profissional

Segundo Chris, o criminoso possuía um rifle quando entrou na escola e a polícia está investigando mais informações sobre ela, para descobrirem qual o tipo da arma e a sua capacidade.

Outro equipamento utilizado foi “um porta-colete tático sem painéis balísticos; então, normalmente, esse tipo de vestimenta é usado por equipes táticas, equipes da SWAT, onde eles podem colocar carregadores, munição extra dentro desses transportadores e poder se mover em uma formação tática”, completou.

No meio da tristeza, os familiares das vítimas pedem por justiça e apelam para as autoridades tomarem providências acerca da segurança do local. Alguns pais alegam que as escolas já poderiam ter planos de saída para casos assim, já que, infelizmente, esse é um cenário que já se repetiu outras vezes na história americana, como foi o caso da tragédia na Columbine High School, no Colorado, em 1999, com 13 vítimas.