Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Investigação

Vlogger chinesa é investigada após comer carne de tubarão branco

Influenciadora, conhecida como Tizi, publicou um vídeo em que cozinha o animal, que é protegido pelo governo chinês

Redação Publicado em 02/08/2022, às 14h26

Trechos de vídeo deletado em que a jovem consome o animal - Divulgação/ Tizi/ Arquivo Pessoal
Trechos de vídeo deletado em que a jovem consome o animal - Divulgação/ Tizi/ Arquivo Pessoal

Na China, uma jovem influenciadora digital conhecida como "Tizi", que possui 8 milhões de seguidores, se tornou alvo de uma investigação policial após publicar um vídeo em que cozinhava um tubarão-branco, que é uma espécie protegida pela legislação do governo chinês. 

Nas imagens, que depois foram excluídas pela vlogger, ela desembrulha um espécime morto, e então deita do lado do predador para mostrar que o animal, considerado um dos maiores peixes do mundo, é maior que ela. 

Após marinar e grelhar um pedaço do predador dos mares, a influenciadora afirmava à sua audiência que, embora a carne parecesse ruim, era, na verdade, "muito macia". 

A posse de um tubarão-branco, todavia, é um crime na China, podendo render uma sentença de até 10 anos. Tecnicamente, ele é comercializado apenas pelo mercado clandestino, porém, conforme informações apuradas pelo The Guardian, Tizi teria afirmado às autoridades que comprou o peixe legalmente. 

Futuro incerto

O predador cozinhado pela vlogger chinesa é classificado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como uma espécie vulnerável, o que significa que ele está a um passo de entrar em risco de extinção. As populações do animal marinho foram particularmente afetadas pela pesca predatória. 


+ O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.