Notícias » Filipinas

'Você escolhe: vacina ou prisão’ afirma presidente das Filipinas

Em pronunciamento, Rodrigo Duterte afirmou que quem se recusar a tomar a vacina contra a Covid-19 pode ir preso em seu país

Penélope Coelho Publicado em 22/06/2021, às 07h13

Fotografia de Rodrigo Duterte
Fotografia de Rodrigo Duterte - Getty Images

De acordo com informações publicadas na última segunda-feira, 21, pelo portal de notícias G1, o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, realizou ontem um pronunciamento na televisão. A fala do político gerou repercussão.

Segundo revelado na reportagem, na ocasião, Duterte ameaçou com prisão quem se recusar a tomar a vacina contra o novo coronavírus em seu país. No pronunciamento, o líder filipino disse: “Você escolhe: vacina ou prisão”.

Atualmente, a nação enfrenta um dos piores momentos da pandemia e o presidente tenta incentivar a imunização: "Não me levem a mal, há uma crise em nosso país. Estou apenas irritado com os filipinos que não estão ouvindo o governo", pontuou.

Sabe-se que a vacina contra a Covid-19 não é obrigatória no país, até o momento, a vacinação nas Filipinas segue em ritmo lento, com 2,1 milhões de pessoas imunizadas no território. A meta do país é vacinar 70 milhões até o final de 2021.


Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente, as Filipinas registram 1,36 milhões de pessoas infectadas, e as mortes em decorrência da doença já chegam em 23.749 mil no país.  

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.