Notícias » Egito Antigo

Voz de múmia egípcia de 3 mil anos é recriada

Por meio de uma réplica impressa de seu trato vocal, os pesquisadores puderam reproduzir o som de um sacerdote do Egito Antigo

Isabela Barreiros Publicado em 24/01/2020, às 07h30 - Atualizado às 17h56

Múmia de 3 mil anos
Múmia de 3 mil anos - Divulgação

Pesquisadores recriaram a voz de um sacerdote egípcio que viveu durante o reinado do faraó Ramsés XI, entre 1099 e 1069 a.C.. Utilizando uma tomografia computadorizada dos órgãos do setor vocal do eclesiástico, foi possível reproduzir os possíveis sons feitos por ele em vida.

Nesyamun morreu há pelo menos três mil anos. Sua voz, porém, pôde ser ouvida ainda nos dias de hoje. De acordo com Joann Fletcher, do Departamento de Arqueologia da Universidade de York, sua fala era “essencial” para a realização de cerimônias e deveres espirituais no geral.

Os especialistas criaram uma réplica 3D das dimensões exatas do trato vocal da múmia, que revelou o modo como ele falava. Foi possível ouvir um “som semelhante a uma vogal” através do estudo.

"A recreação de sua voz [Nesyamun] nos permite fazer contato direto com o Egito Antigo ouvindo uma voz que não foi ouvida por mais de 3.000 anos, preservado pela mumificação e agora restaurado por essa nova técnica pioneira”, explicou Fletcher.