Notícias » Indonésia

Vulcão entra em erupção na Indonésia e autoridades pedem cuidado

O Vulcão Merapi, um dos mais ativos do mundo, expeliu lava por mais de dois minutos e criou uma nuvem de fumaça de 2.000 metros

Caio Tortamano Publicado em 13/02/2020, às 14h13

Monte Merapi
Monte Merapi - Wikimedia Commons

Um dos vulcões mais ativos do mundo, o Merapi, na Indonésia, entrou em erupção e formou uma nuvem de 2.000 metros. Por mais que o nível de alerta em relação ao fenômeno não tenha sido alto, as autoridades indonésias pediram para que as companhias aéreas tomassem cuidado com voos.

O país é conhecido por seus mais de 100 vulcões ainda ativos distribuídos pelas suas mais de 17.000 ilhas. Em 2010, uma erupção do Merapi causou a morte de mais de 300 pessoas, e a força do fenômeno deslocou quase 300.000 habitantes do lugar. Em 1930, a mais letal erupção do vulcão foi registrada, deixando 1.300 mortos.

O Centro de Prevenção de Riscos Vulcânicos Geológicos — responsável pela segurança dos indonésios em casos como esses — pediu para que ninguém se aproximasse a menos de três quilômetros do Merapi, distante da capital do país, em Jacarta, local mais populoso.

A distância foi sugerida depois das informações dada pelo mesmo centro, de que as cinzas vulcânicas caíram em uma área de 10 quilômetros quadrados do local da erupção. De acordo com as autoridades, a projeção de lava incandescente durou aproximadamente dois minutos e meio e não fez nenhuma vítima.