Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Vulcão Kilauea, no Havaí, entra em erupção em área remota

Erupção que teve início na segunda-feira, 3 de junho, ocorreu em área remota pela primeira vez em 50 anos, no Havaí; veja vídeo!

Trecho de vídeo mostrando erupção recente no Kilauea - Reprodução/Vídeo/X/@USGSVolcanoes
Trecho de vídeo mostrando erupção recente no Kilauea - Reprodução/Vídeo/X/@USGSVolcanoes

Nesta segunda-feira, 3 de junho, o vulcão Kilauea, localizado no Parque Nacional dos Vulcões, no Havaí, entrou em erupção em uma área remota pela primeira vez em 50 anos.

De acordo com o Observatório de Vulcões Havaianos do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), a erupção foi registrada a cerca de 1,6 km ao sul da caldeira do vulcão principal, que já não entra em erupção há cinco décadas, desde 1974. Vale mencionar que, desde 2008, a região em torno da caldeira está fechada ao público, devido a perigos como rachaduras no solo e instabilidade na parede da cratera.

+ Origem do vulcão Kilauea é revelada em novo estudo

O brilho é visível nas imagens da webcam, indicando que a lava está atualmente em erupção das fissuras. A erupção está atualmente em curso, mas ocorre num local remoto dentro do parque nacional, tem um volume eruptivo baixo e não representa uma ameaça imediata à vida humana ou à infraestrutura crítica", afirmou o USGS em comunicado.

Risco?

Felizmente, conforme repercute a CNN Brasil, o USGS informou que não há ameaça de a lava chegar até comunidades próximas; o que vale atenção é a possibilidade de grande quantidade de gases da erupção em algumas áreas.

Vale mencionar que nas oito horas que precederam a erupção, foram registrados 250 terremotos no Havaí, com no máximo 4,1 de magnitude na escala Richter. A última vez que Kilauea entrou em erupção foi em setembro do ano passado, durando uma semana inteira.