Notícias » Brasil

Vulcão que poderia gerar tsunami na costa brasileira entra em atividade

O Cumbre Vieja, localizado em uma das Ilhas Canárias, tem apresentado tremores em uma proporção que não havia sido observada em décadas

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/09/2021, às 14h52

Fotografia de satélite do vulcão citado
Fotografia de satélite do vulcão citado - Wikimedia Commons/ NASA

O vulcão Cumbre Vieja, que fica na Ilha Palma, um território espanhol, e esteve adormecido durante décadas, entrou em alerta amarelo na última quarta-feira, 15.

Conforme divulgado pelo MetSul Meteorologia, a região tem apresentado sinais de atividade sísmica em um nível que, embora ainda moderado, não era visto há muito tempo. 

Caso uma erupção particularmente ruim ocorra, existe a possibilidade de que a encosta da ilha se desestabilize, formando um tsunami que atingiria as Américas, o Brasil incluso. 

As regiões Norte e Nordeste seriam as mais afetadas, porém segundo estimativas a onda poderia chegar até mesmo ao litoral de Santa Catarina. Vale ressaltar, no entanto, que se trata apenas de uma possibilidade e não um alerta imediato. 

"Existem diversos estudos já publicados sobre essa possibilidade de tsunami. É uma hipótese real, e ela aconteceria caso houvesse uma erupção explosiva", explicou o pesquisador Carlos Teixeira em entrevista ao UOL. 

"Ele não estava dando sinais de erupção, mas agora ele chegou a um segundo nível. São quatro níveis de alerta. Ele pode vir a ter uma erupção, mas não significa que essa erupção vai gerar um tsunami, mas é uma possibilidade, mesmo que mínima", continuou o especialista.

O alerta amarelo serve para avisar as pessoas que moram nas áreas que seriam afetadas pelo fenômeno para ficarem vigilantes.

O terceiro nível de alerta, por sua vez, significa que o evento está para acontecer a qualquer momento. No quarto, ele já está em andamento.