Notícias » Reino Unido

Wonderchicken: O pássaro moderno mais antigo já encontrado

Encontrado por pesquisadores de Cambridge, o animal viveu na época em que o famigerado asteroide extinguiu os dinossauros

Caio Tortamano Publicado em 19/03/2020, às 08h10

Réplica em tamanho real de crânio do Wonderchicken
Réplica em tamanho real de crânio do Wonderchicken - University of Cambridge

Carinhosamente apelidado de Wonderchicken, pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, encontraram o fóssil do mais antigo pássaro moderno catalogado na história. Trata-se de uma pequena criatura que viveu cerca de 67 milhões de anos atrás.

O doutor Daniel Field, da universidade britânica, foi co-autor da pesquisa e afirma que essa é a evidência mais antiga já encontrada de pássaros como o conhecemos hoje. Pássaros modernos evoluíram de dinossauros carnívoros, a maior diferença entre essas espécies e as aves que vemos hoje é a ausência de dentes nos nossos contemporâneos, além de não ter caudas com ossos e asas com garras.

Mesmo com a evidência do novo fóssil, ainda não existe um consenso de quando os pássaros modernos começaram a surgir. Especialistas tendem a acreditar que tenha sido no período entre 110 a 85 milhões de anos.

Ilustração de como seria a suposta ave / Crédito: Phillip Krzeminski

 

O pássaro, cujo nome oficial é Asteriornis maastrichtensis, foi encontrado na Grécia, e devia pesar cerca de 400g. A idade é compatível com o período em que o asteroide — que muitos acreditam ter extinto os dinossauros — atingiu a Terra, mostrando que a evolução moderna dos pássaros pode ter acontecido nesse período.