Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Yakecan: Homem ficou preso em praia após o mar subir

Caso ocorreu ainda na tarde de terça-feira, 17, antes da chegada da tempestade

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/05/2022, às 11h40

Fotografia do homem - Divulgação/ Defesa Civil do Rio Grande
Fotografia do homem - Divulgação/ Defesa Civil do Rio Grande

Um homem que havia saído para pescar na Praia do Cassino, localizada no Rio Grande do Sul, acabou ficando em uma situação complicada após uma alta da maré causada pela movimentação do ciclone Yakecan na última terça-feira, 17. 

A tempestade tropical se originou no oceano em meio à frente fria antes de, inesperadamente, iniciar uma trajetória na direção do continente, atingindo o sul brasileiro e o Uruguai. Ela trouxe queda da temperatura, chuva e ventos de até 120 quilômetros por hora consigo. 

Vale mencionar que as autoridades alertaram a população para evitar sair de casa a partir das 15h da tarde pelo risco do tombamento de veículos em meio ao vendaval, todavia o pescador não imaginou que também ocorreria uma subida do nível do mar, conforme informações repercutidas pelo Correio do Povo. 

Preso nas águas

O homem estava no litoral durante a tarde de ontem, quando acabou preso em uma faixa artificial de pedras conhecida como Molhes da Barra.

“Ele foi de bicicleta, que deixou amarrada em uma pedra, quando começou a subir a maré devido ao vento forte", relatou Rudimar Machado, oficial da Defesa Civil municipal

Quando chegamos, por volta das 17h o boné dele caiu e ele tentou pegar. Eu gritei e ele parou. O vento diminuiu e ele conseguiu sair sozinho, pisando nas pedras, conforme elas iam aparecendo”, acrescentou, ainda de acordo com o Correio do Povo. 

Felizmente, a situação, embora preocupante, apenas durou por volta de quinze minutos. Um outro pescador, todavia, não teve a mesma sorte, tendo seu barco afundado.