Notícias » Brasil

YouTube remove vídeos de canal de Bolsonaro por informações incorretas sobre Covid-19

Plataforma entende que conteúdo é uma desserviço aos usuários

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 22/07/2021, às 09h53

Bolsonaro discursa durante live
Bolsonaro discursa durante live - Divulgação / YouTube / Jair Bolsonaro

O Youtube removeu na noite da última quarta-feira, 21, alguns vídeos publicados no canal oficial do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), alegando que a defesa do uso de cloroquina e ivermectina para o tratamento do novo coronavírus violava as políticas da plataforma ao estimular o método ineficaz, como informa a CNN Brasil. O conteúdo excluído havia sido publicado nos últimos dois anos.

A análise e retirada foi feita pelos moderadores da plataforma ao compreender as informações médicas incorretas como um desserviço aos usuários, principalmente no que diz respeito ao suposto tratamento precoce da doença e ineficácia das máscaras faciais. Em comunicado oficial, o Youtube detalhou a exclusão:

"Essas diretrizes estão de acordo com a orientação das autoridades de saúde locais e globais, e atualizamos nossas políticas conforme as mudanças nessas orientações. Aplicamos nossas políticas de forma consistente em toda a plataforma, independentemente de quem seja o produtor de conteúdo ou de visão política".

Agora, os usuários que tentarem assistir os vídeos apagados pela plataforma do Google lerão a mensagem de que "Este vídeo foi removido por violar as diretrizes da comunidade do YouTube". Procurada pela CNN, a Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência não fez questão de comentar o caso.