Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Esporte

O youtuber que se passou por jogador de basquete para entrar em área restrita

Dawson Gurley usou sua semelhança física com Klay Thompson a seu favor em um vídeo recente

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 15/06/2022, às 12h27 - Atualizado em 18/06/2022, às 12h00

Montagem mostrando o youtuber à esquerda, e o jogador de basquete à direita - Divulgação/ Youtube/ Big Daws TV/ Divulgação/ Keith Allison/ Arquivo Pessoal
Montagem mostrando o youtuber à esquerda, e o jogador de basquete à direita - Divulgação/ Youtube/ Big Daws TV/ Divulgação/ Keith Allison/ Arquivo Pessoal

O youtuber Dawson Gurley, dono do canal "BigDawsTV", postou um vídeo na última terça-feira, 14, em que se passou pelo jogador de NBA Klay Thompson, integrante do Golden State Warrior, time de basquete que participará dentro de alguns dias de um jogo de final de campeonato nos Estados Unidos. 

Graças à sua semelhança física com o atleta, Gurley, que estava vestido com o uniforme oficial do time, foi capaz de adentrar o Chase Center, arena onde os Warriors treinam, e passou cerca de dez minutos fazendo arremessos em uma quadra normalmente restrita ao público. 

A aventura do youtuber, contudo, durou pouco: embora tenha entrado no local sem dificuldades, logo foi abordado por um segurança e conduzido para a saída. 

Banimento

Gurley foi capaz de postar o vídeo inusitado em sua plataforma do Youtube, chamando atenção de internautas, todavia a experiência lhe custou caro.

Segundo repercutido pelo UOL, dias após ter invadido o Chase Center, o norte-americano recebeu uma carta do clube que o proibiu definitivamente de voltar a colocar os pés no lugar. 

O banimento causou ainda prejuízo financeiro, uma vez que o influenciador já havia comprado ingressos para os jogos finais do campeonato de basquete. Ele foi informado que os 10 mil dólares gastos (o equivalente a 51 mil reais na cotação atual) não seriam reembolsados. 

A despeito das consequências, Gurley garantiu aos seus fãs que não se arrependia de seus atos: 

Valeu a pena perder 10 mil em ingressos e ser banido para sempre? Absolutamente. Fui jogador da NBA por 10 minutos", afirmou em sua conta pessoal do Twitter. 

Confira abaixo o vídeo que mostrou o ocorrido: