Moda com História » Marilyn Monroe

O protocolo quebrado por Marilyn Monroe ao conhecer Elizabeth II

Encontro entre a talentosa atriz e a rainha da Inglaterra ocorreu em outubro de 1956

Redação Publicado em 07/05/2022, às 08h00

Montagem mostra a rainha Elizabeth II e a atriz Marilyn Monroe
Montagem mostra a rainha Elizabeth II e a atriz Marilyn Monroe - Divulgação/Vídeo/Youtube

Na última semana, o nome deMarilyn Monroe voltou à tona. No ano que o mundo relembra os 60 anos sem a mais famosa atriz de Hollywood, a empresária e influencer Kim Kardashian aproveitou o anual Met Gala, realizado em Nova York, nos EUA, para reviver um polêmico vestido usado por Monroe ao cantar no aniversário do presidente Kennedy

Montagem de Kim Kardashian e do vestido de Marilyn Monroe /Crédito: Divulgação / Vídeo / Youtube e Getty Images

No entanto, se engana quem imagina que esse é o único vestido de Marilyn Monroe que carrega uma curiosa história. Em outubro de 1956, a peça escolhida pela atriz para conhecer a rainha Elizabeth II chamou atenção. 

Essa história, que compreende mais um capítulo da turbulenta vida de Marilyn, foi repercutida pela revista People, com informações da obra 'When Marilyn Met the Queen', lançada recentemente. 

A atriz teve a chance de conhecer a rainha da Inglaterra ao ser convidada para participar do Royal Comman Performance, no Empire Theatre, em Londres. Mas por que a peça de Marilyn chamou atenção?

Bom, o veículo explica que antes do evento da monarquia, os responsáveis por organizá-lo avisaram que as artistas femininas que participaram da cerimônia deveriam seguir um protocolo específico.

As artistas deveriam se vestir 'de maneira adequada para atender a realeza - por exemplo, elas não deveriam usar vestidos tão decotados", explicou Michelle Morgan, autora da obra, em comunicado repercutido pela People. 

No entanto, a peça escolhida por Monroe muito fugia do que eles determinaram para o evento. 

"As autoridades podem ter instruído as participantes do sexo feminino a se vestirem de forma conservadora, mas o vestido que Marilyn escolheu usar ao conhecer a rainha Elizabeth II não era nada parecido com nada que eles tinham em mente", escreveu a autora.

"Justo ao corpo, com alças finas e uma dobra de material que se reunia no peito e descia em direção ao chão, o vestido vinha completo com uma capa e uma bolsa combinando", detalha a obra. 

Apesar de contar com uma capa que cobria o seu corpo, Monroe não seguiu o protocolo. Dentro do teatro, a atriz esbanjou um sorriso e exibiu um espetacular vestido. 

A obra diz que a atriz "sorriu amplamente, depois jogou a capa para trás para revelar seu vestido espetacular", destaca a autora. "As luzes se acenderam, e então ela e (marido) Arthur Miller subiram os degraus e chegaram ao espaço onde as celebridades estavam fazendo fila para conhecer a rainha". 

O momento do encontro /Crédito: Divulgação/Vídeo/Youtube

Com seu jeito doce, Marilyn tirou a capa no momento em que se dirigiu a fila. No momento do encontro, a rainha Elizabeth II apresentava um belo vestido preto e contava com uma tiara repleta de diamantes e esmeraldas. A autora também diz que a monarca deu um 'breve olhar para cima e para baixo" ao chegar perto de Marilyn. 

A reação da atriz, todavia, foi seguir o protocolo: "A atriz pegou a mão de Sua Majestade e então desceu em uma reverência bem praticada", descreveu. 

E o vestido polêmico?

Diferente da peça que usou para conhecer a rainha Elizabeth II, um vestido em específico usado por Marilyn continua sendo comentado 60 anos depois de sua noite de brilho. 

No aniversário de 45 anos do então presidente dos EUA John F. Kennedy, em 1962, no Madison Square Garden, em Nova York, a atriz foi convidada para cantar “parabéns” ao mandatário, resultando em uma polêmica que até hoje instiga muitas pessoas. 

No podcast 'Moda com História', Laura Wie, especialista em História da Moda, relembra a história por trás do vestido e relembra como o vestido foi usado recentemente por Kim Kardashian na atual edição do Met Gala 2022. 

Escute o episódio abaixo!