Moda com História » Família Real Britânica

Relação com a mãe e separação dos pais: Os traumas na infância de Lady Di

O irmão mais novo de Diana, Charles Spencer, revelou em entrevista os impactos negativos da primeira etapa da vida da princesa de Gales; confira

Penélope Coelho Publicado em 22/02/2022, às 14h32 - Atualizado em 04/03/2022, às 18h59

Frances Spencer e Lady Diana
Frances Spencer e Lady Diana - Getty Images

Na fase mais discutida da vida de Diana Spencer, uma das famosas personalidades do século 20, é de conhecimento geral a existência de momentos complicados em sua trajetória.

Entre a luta contra transtornos alimentares, perseguição constante de fotógrafos e traições no casamento, Diana passou por períodos difíceis, até sua morte em um trágico acidente de carro, em 1997.

No entanto, antes mesmo de se casar com o herdeiro do trono inglês, príncipe Charles, Lady Di já havia vivenciado muitos traumas em sua infância.

Separação 

Nascida em 1 de julho de 1961, em Sandringham, Norfolk, na Inglaterra, Lady Di foi a quarta de cinco filhos do então casal, John Spencer - Visconde Althorp e de Frances Spencer. Ainda criança, Diana viu sua vida mudar completamente, com a separação dos pais.

No ano de 1969, quando a princesa de Gales tinha sete anos de idade, sua mãe se apaixonou pelo empresário britânico Peter Shand Kydd e decidiu se casar com ele, iniciando uma nova vida que abalaria para sempre sua relação com os filhos do primeiro casamento.

Antes do divórcio oficial Frances — que posteriormente adotou o sobrenome do novo marido, Shand Kydd — levou Diana e os outros filhos para morar com ela, em Londres.

Frances Shand Kydd, antes de sua morte em 2004 / Crédito: Getty Images 

No entanto, perdeu a batalha na justiça, que definiu que o pai deveria ter a guarda das crianças. Nesse processo, John contou com o apoio de sua ex-sogra, Lady Fermoy.

A separação e a longa batalha judicial teriam traumatizado para sempre Diana e seus irmãos, que com a decisão foram criados pelo pai. Posteriormente, o homem se casou novamente e a relação da madrasta com os filhos também não foi fácil.

Em entrevista registrada em fitas para o autor Andrew Morton, no livro ‘Diana, Her True Story’, Lady Di relembrou esse período:

Foi uma infância muito infeliz. Sempre vendo nossa mãe chorando. Papai nunca falou conosco sobre isso – nunca poderíamos fazer perguntas. Muito instável, a coisa toda”.

De coração partido 

Em entrevista ao jornal Sunday Times, o irmão mais novo de Diana, Charles Spencer, falou sobre como ficar longe da mãe desencadeou em problemas duradouros para ele e para a princesa de Gales.

Fotografia de Charles Spencer, irmão de Diana / Crédito: Getty Images 

Charles revelou que quando sua mãe estava prestes a ir embora de casa, prometeu para a pequena Diana que voltaria sempre para vê-la. Spencer contou que Di costumava esperar por ela no portão de sua casa, mas, Frances não cumpriu a promessa.

Enquanto ela estava arrumando suas coisas para ir embora, ela prometeu a Diana que voltaria para vê-la. Diana costumava esperá-la na porta, mas ela nunca veio”, afirmou o irmão, conforme repercutido pelo Daily Mail em 2020.

Na conversa, o Conde Spencer contou que está constantemente fazendo terapia para tentar aliviar os impactos negativos de uma infância conturbada.

Nosso pai era uma fonte silenciosa e constante de amor, mas nossa mãe não foi feita para a maternidade... ela não podia fazer isso. Ela estava apaixonada por outra pessoa, apaixonada mesmo”.

Segundo e escritora e especialista Deborah Thomas, os traumas de infância deixaram em Diana uma espécie de carência a ser suprida. No entanto, a princesa de Gales viveu uma maternidade decidida a fazer diferente com seus filhos, Williame Harry.


A moda

Diana também entrou para a história diante das peças icônicas e marcantes que vestiu ao longo dos anos em que esteve na família real britânica. O filme Spencer vem de encontro com o recente lançamento 'Casa Gucci', que relembra a saga da família que criou um império. 

Abaixo, confira o nosso especial no podcast 'Aventuras Narradas em Moda com História', com roteiro e narração de Laura Wie, especialista em História da Moda. 


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio das obras disponíveis na Amazon

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7